O colchão inflável veio para ficar e convenhamos, essa maravilha portátil transforma qualquer cantinho num espaço para descanso. 

Mas o que impede muita gente de comprar um, seja para receber as visitas ou para viajar, é a hora de encher o colchão inflável.

Agora, e se eu te disse é que não é nenhum bicho de sete cabeças? 

Então vem comigo que hoje você vai descobrir como encher um colchão inflável de forma fácil e sem ter um pulmão de aço. Vamos lá? 

Enchendo um colchão inflável passo-a-passo 

1. Escolha onde vai deixá-lo depois de cheio 

Antes de tudo, escolha um local plano e limpo para colocar o colchão. Ninguém quer sentir nada que não seja o próprio colchão enquanto tenta dormir, certo? Acredite, até uma pequena pedra pode se transformar numa verdadeira ameaça ao seu conforto. Então tome cuidado com o local que vai deixar seu colchão. 

E outra coisa, se você colocar o colchão em cima de algo pontiagudo ou alguma sujeira, por mais inofensiva que pareça, pode acabar furando seu colchão. 

2. Tenha uma bomba de ar 

O primeiro item que você definitivamente precisa ter à mão é uma bomba de ar. Pode ser elétrica ou manual, o que importa é que ela seja compatível com a entrada do seu colchão inflável. 

Este é o método mais eficaz e seguro para inflar o colchão, evitando que ele se rompa ou fique mal inflado.

Mas a vida é feita de alternativas, não é mesmo? Aqui vão outras opções que você pode considerar:

  • Aspirador de pó: Se seu aspirador tiver uma função de reversão, essa pode ser uma saída rápida e eficiente.
  • Secador de cabelo: No modo frio, por favor! O calor pode danificar o material do colchão.
  • Com os bons e velhos pulmões: Se nada mais estiver disponível, encher o colchão à boca ainda é uma opção. Mas prepare-se para um bom treino de pulmões e paciência.
  • Compressores de ar: Alguns modelos de compressores podem ser adaptados para encher colchões, mas tenha cuidado para não encher rápido demais e acabar danificando seu colchão.

3. Não exagere

O tempo é seu aliado, mas também pode ser seu inimigo. Encher o colchão rápido demais pode levar a rupturas. Fique atento ao som que ele faz. Se começar a soar como um balão prestes a estourar, alivie um pouco.

4. Dicas extras 

  • Preste atenção no som: Enquanto enche o colchão, fique atento ao som. Um chiado muito forte pode ser um sinal de que você está indo rápido demais.
  • Faça ajustes quando necessário: Lembre-se de que o ar dentro do colchão pode se expandir ou contrair com as variações de temperatura, então talvez seja preciso fazer ajustes antes de dormir.

Perguntas frequentes

Pode encher o colchão inflável com água?

Não, encher um colchão inflável com água é uma péssima ideia. Eles são projetados para serem enchidos com ar. Usar água poderia causar danos ao material, comprometer a integridade estrutural e até criar um ambiente propício para o crescimento de mofo.

Como manter o colchão inflável cheio?

Para manter o colchão inflável cheio por mais tempo, evite superfícies ásperas que possam furá-lo e mantenha-o longe de objetos pontiagudos. É bom também checar a pressão do ar periodicamente e fazer ajustes, já que variações de temperatura podem afetar o volume de ar.

O que é colchão inflável sem inflador?

Um colchão inflável sem inflador é um tipo de colchão que não vem com uma bomba de ar embutida. Nesse caso, você precisará usar um método externo para inflá-lo, como uma bomba manual ou elétrica, aspirador de pó reverso, entre outros.

Quanto tempo leva para encher um colchão inflável?

O tempo para encher um colchão inflável pode variar. Com uma bomba elétrica de boa qualidade, geralmente leva de 3 a 5 minutos. Usando métodos manuais, o tempo pode ser significativamente mais longo. Sempre siga as instruções do fabricante para evitar danos.

Conclusão

Então, é isso. Parece um exagero cuidar de tantos detalhes para algo tão simples, mas esses truques garantem uma experiência muito mais prazerosa. 

Boa noite e bons sonhos!


Suely Costa

Suely Costa

Olá, eu sou Suely Costa, dentista e psicóloga de formação e mãe de dois filhos. Sou também uma especialista em colchões, e decidi compartilhar meu conhecimento com o mundo através do blog casadocolchao.com.br.

0 Comments

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *